A dura realidade é que, hoje em dia, é normal passarmos mais tempo no escritório que em casa. Esse cenário cria, inevitavelmente, a necessidade de se reinventar o espaço de trabalho e adaptá-lo para que seja um ambiente mais confortável e acolhedor, sem deixar de ser produtivo. Por isso surgiu o ramo da arquitetura que foca na transformação do ambiente de trabalho: a arquitetura corporativa.

Por meio da aplicação de conceitos como a criação de espaços colaborativos, branding, transformação digital e sustentabilidade, a arquitetura para ambientes corporativos vem transformando a experiência de quem frequenta escritórios no Brasil.

A arquitetura corporativa na prática

A intenção é modernizar a atmosfera dos ambientes clássicos de trabalho (não apenas escritórios, mas hoteis, shoppings, condomínios, hospitais, etc) e transformá-los em ambientes elegantes, produtivos e agradáveis, indo além de apenas uma questão estética.

São levados em conta fatores que vão desde a preocupação com custos de manutenção, passando por questões de ergonomia, marketing e comunicação entre os colaboradores.

A tendência é humanizar e personalizar cada vez mais o espaço de uma empresa. Há um grande estímulo para a criação de espaços abertos,  ambientes mais amplos e descontraídos onde as pessoas possam se conectar mais umas às outras — encorajando mais relacionamentos e estimulando uma troca constante de ideias.

Cores quentes e a eliminação de divisórias prometem acabar com a velha visão fria e distante dos ambientes de trabalho.

Como foi dito, a arquitetura corporativa preza por ressaltar o ambiente e facilitar a comunicação, sem deixar de valorizar a própria marca e identidade da empresa. 

Essa é a direção que empresas modernas e de crescimento mais rápido já estão trilhando há algum tempo.

Se deixar inspirar por esses casos e trazer à tona as tendências da arquitetura corporativa pode se mostrar transformador para o seu negócio, especialmente a longo prazo. Confira a seguir algumas das tendências que vêm sendo seguidas por grandes escritórios:

Espaços integrados

O foco dos espaços integrados (cada vez mais em voga no meio da arquitetura corporativa) é a construção de ambientes colaborativos.

Um espaço de trabalho compartilhado é mais funcional, promove a relação dos colaboradores, facilita o diálogo e influencia a produtividade como um todo. Procure construir ambientes amplos e leves, sem as velhas divisórias que remontam uma época em que escritórios eram frios e desumanizados.

Aqui o foco é aliar a área à criatividade, dando amplo espaço para a fluidez de pessoas, ideias e mesmo equipamentos.  Não é à toa que o tradicional loft sem repartições continua sendo considerado cool, elegante e eficiente até hoje.

Iluminação

Como um fator importantíssimo em qualquer projeto arquitetônico, a iluminação pode ser uma aliada essencial na construção de um ambiente confortável, elegante e, ainda, saudável.

É possível optar pelo uso consciente da iluminação natural — que preza por uma boa colocação de janelas, vidros duplos, cortinas e persianas — e aproveitar não só a as vantagens estéticas, mas também as financeiras. Quanto mais luz natural utilizada, menor o gasto com energia.

Para criar a iluminação ideal de cada local específico, o uso de luminárias pode ser muito bem vindo. A luz direcionada proporcionada por elas produz uma intensidade luminosa expressiva exatamente no local desejado. Além disso, é importante escolher a lâmpada certa — e o seu correto posicionamento no ambiente.

As opções variam desde as mais econômicas como as fluorescentes ou as de LED, até as halógenas, que definitivamente geram uma economia menor, mas produz uma luz vibrante que tende a ressaltar a cor natural dos objetos do local.

Aqui vale uma dica: um arquiteto ou engenheiro eletricista será capaz de apresentar um projeto luminotécnico adequado para cada necessidade.

Personalização

A mobília e sua personalização, também representa um papel de suma importância em qualquer projeto de arquitetura corporativa. A ideia é que o mobiliário destaque a identidade da marca quando necessário, mas seja sempre funcional e ergonômico.

Já vimos que a arquitetura corporativa tende a priorizar o bem-estar do colaborador e “humanizar” o ambiente de trabalho, certo? Portanto, é importante utilizar móveis ergonômicos que garantam o conforto de todos os funcionários enquanto realizam seu trabalho — o que pode vir a significar uma melhoria considerável na saúde e na qualidade de vida de cada um que frequenta o escritório.

Além disso, móveis (principalmente integrados) podem ser usados para separação de setores, salas e ambientes do seu escritório, priorizando o aproveitamento do espaço. O uso do mobiliário apresenta uma ótima chance para o arquiteto ser criativo e ainda promover a integração do espaço e a comunicação entre as equipes.

Concreto aparente

Por fim, o uso do concreto aparente se apresenta como uma das principais tendências da arquitetura corporativa em 2019. Nunca tendo deixado de ser uma material de destaque e possibilitando um grande número de usos, o concreto é um material resistente e versátil que combina perfeitamente com o ambiente empresarial.

Uma simples mistura de cimento, areia e água que é geralmente mais associada com ambientes de construção, o concreto, quando deixado à vista de forma proposital — e de maneira correta —, na verdade pode ressaltar a elegância do ambiente corporativo.

Sem o típico revestimento, o tom sóbrio e rústico, que ainda conta com uma forte pegada minimalista, combina facilmente com locais modernos e mais “urbanos” — criando aquele estilo warehouse que fica cada vez mais cobiçado.

Embora tenha um aspecto mais industrial, esse tipo de uso do concreto, quando aplicado de forma elegante e bem pensada, pode transformar o espaço empresarial em um local dos sonhos. Sem falar que o estilo simples e minimalista permite que você integre a marca e a identidade da empresa ao ambiente de forma bastante descomplicada.

Se essas valiosas dicas inspiraram você no seu projeto arquitetônico, confira outros posts do nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *