Todo projeto arquitetônico é feito de acordo com o alinhamento entre o cliente e o arquiteto. Seja qual for a etapa, todo projeto arquitetônico deve ser completo, a fim de garantir um bom resultado e satisfação do cliente. 

Contudo, vamos rebobinar a fita por um instante e falar do básico: o que é um projeto arquitetônico e para quê serve? Um projeto de arquitetura é a materialização da ideia, do espaço pensado. 

Por meio dele é possível visualizar e estudar a melhor maneira de atender as necessidades e desejos do cliente. Adicionalmente, o projeto busca prever possíveis problemas e embargos na execução da obra, para garantir que tudo saia como planejado. 

Nesse contexto, pode-se afirmar com o projeto arquitetônico é essencial para uma construção. Pensando nisso, o que não pode faltar em um projeto arquitetônico? Continue a leitura para descobrir! 

Levantamento de dados e estudo preliminar 

Nessa fase, estuda-se os principais atributos do terreno e seu entorno. Ao mesmo tempo, há um alinhamento entre os objetivos e necessidades do cliente com o arquiteto, como mencionado anteriormente.

A partir disso, o profissional de arquitetura já consegue realizar um esboço inicial do projeto e dar início à elaboração da planta.

Anteprojeto 

Durante o anteprojeto as dimensões e atributos da obra são definidos. O projeto terá a planta-baixa de cada pavimento, com informações de cada cômodo, pilar, cálculo das áreas.

Adicionalmente, a volumetria, estrutura, planta de cobertura e instalações gerais serão alinhadas. Dessa forma, os elementos presentes na fase do anteprojeto são:

Implantação 

A implantação define a posição do imóvel com relação à geometria do terreno. A implantação respeita os recuos obrigatórios de frente, laterais e fundos, indicando acessos, estacionamento, etc. 

A implantação também define a movimentação de terra, cortes, aterros e muros de arrimo se necessários, adequando os níveis do projeto ao terreno natural, permitindo a circulação e o acesso ao mesmo.

Plantas de todos os níveis não podem faltar

Este processo traz a informação da organização do espaço em planta, as dimensões dos ambientes no plano horizontal.

Além disso, inclui a posição das paredes, vãos, janelas e portas. Informa também, através de códigos, o tipo e cor dos acabamentos de piso, paredes e forro. 

Cortes e elevações 

Corte é um termo usado no desenho do projeto. É obtido quando um desenho, em plano vertical, mostra a elevação do imóvel, a relação de níveis entre pavimentos, o formato da cobertura e as elevações internas das paredes. 

Também são visíveis no corte em questão:  vãos, portas e janelas. Normalmente, são feitos cortes transversais e longitudinais, para uma melhor visualização das informações. 

Layout 

Neste desenho se mostram a setorização dos ambientes e o posicionamento do mobiliário, iluminação, entre outros.  

Em outras palavras, o layout é a visualização do arranjo dos espaços, que facilita a mobilidade nos ambientes e comunicação entre os cômodos. 

O projeto arquitetônico e as normas legais 

É necessário que o projeto seja alinhado com as normas emitidas pelos órgãos competentes, tais como a prefeitura do município, corpo de bombeiros, etc. 

A aprovação desses órgãos é essencial para o bom funcionamento e execução da obra, sem atrasos. 

Projeto executivo 

A última parte de um projeto arquitetônico consiste na execução detalhada do anteprojeto. Nesta parte executa-se as partes elétricas, hidráulicas, estruturais, e outros. 

Ou seja, quando os detalhes do estudo preliminar são reavaliados, é a fase final antes de botar a mão na massa, como avalia a Associação Brasileira de Normas Técnicas

Um checklist de um projeto executivo de arquitetura inclui o quadro de materiais de acabamento, um quadro geral das áreas, detalhes construtivos e o orçamento do projeto. 

Portanto, tenha em mente que é possível economizar e ainda assim obter bons materiais! O arquiteto saberá as melhores opções de preço e material para cada projeto. 

Em conclusão, seguindo todos os passos corretamente, é bem provável que não falte nada no projeto arquitetônico e a obra saia como planejado. 

Gostou do conteúdo? Que tal saber mais sobre o projeto arquitetônico para destacar a marca do seu restaurante?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *