Para algumas pessoas a ideia de investir em um projeto arquitetônico segue muito relacionada apenas à estética de um local. Mas a verdade é que um ambiente especialmente planejado pode impactar de forma positiva as suas vendas.

As cores, a luminosidade e o aproveitamento do espaço estão entre os fatores que contribuem para a opinião do cliente sobre uma loja. Naturalmente, somos mais inclinados a comprar em lugares onde nos sentimos melhor. Para conquistar seus clientes, a arquitetura é um diferencial poderoso e, por isso, você precisa saber mais a respeito. Vamos lá?

Entenda o que é um projeto arquitetônico

Um projeto arquitetônico é aquilo que dá vida às ideias imaginadas para determinado local ou ambiente. Sendo assim, esse projeto é uma representação escrita e/ou gráfica que o profissional faz considerando as demandas feitas pelo cliente para aquela obra e as melhores práticas.

Ao buscar um profissional para desenvolver um projeto para o seu estabelecimento comercial, você terá mais do que a tradução de suas ideias para o papel.

Cabe ao arquiteto estudar e apresentar a melhor maneira de atender às necessidades do local e de seus frequentadores. Para além da estética, um projeto arquitetônico completo considera o melhor aproveitamento do espaço e fatores relacionados ao conforto dos colaboradores e clientes.

Em geral, um e de seus frequentadores. Para além da estética, um projeto arquitetônico completo considera o melhor aproveitamento do espaço e fatores relacionados ao conforto dos colaboradores e clientes. Em geral, um projeto de arquitetura comercial inclui:

  • Implantação;
  • Planta baixa;
  • Planta de cobertura;
  • Cortes e elevações;
  • Layout gráfico;
  • Planta de forro;
  • Planta de piso;
  • Detalhes construtivos;
  • Resumos de esquadrias;
  • Detalhamento de marcenarias;
  • Detalhamento de áreas molhadas;
  • Comunicação visual;
  • Logotipo;
  • Vitrine.

Fatores considerados para um projeto de arquitetura comercial

Para que o arquiteto seja capaz de desenvolver um projeto que atenda às suas expectativas e necessidades, é preciso passar por um processo e considerar alguns fatores. A estrutura básica do desenvolvimento de um projeto arquitetônico tem cinco etapas. São elas:

Levantamento de dados ― o profissional buscará dados técnicos sobre o espaço para o qual deve desenvolver o projeto. Essa etapa também conta com uma conversa detalhada e esclarecedora sobre o que você, cliente, espera como resultado desse trabalho.

Sendo assim, tenha em mente aquilo o que você considera que não pode faltar em seu estabelecimento. E, se possível, apresente inspirações ou referências arquitetônicas para o projeto.

Estudo preliminar ― com os dados em mãos e entendendo os objetivos do projeto de arquitetura comercial, o profissional tem condições de elaborar um esboço que guiará as próximas etapas.

É com este estudo que a criatividade do arquiteto começa a tomar forma. Nessa fase, a preocupação não é com a apresentação de um projeto perfeito, mas com o desenvolvimento de ideias que possam atender às demandas do cliente.

Anteprojeto ― o projeto começa a tomar mais forma com a criação da planta baixa, representação das características de cada ambiente com cálculo de áreas, volumetria e planta de cobertura e instalações.

 Projeto legal ― nesta etapa, o arquiteto adequa o projeto que está desenvolvendo às normas legais existentes, o que é fundamental para conseguir o aval da prefeitura local para realizar a obra.

A parte burocrática do desenvolvimento do projeto de arquitetura comercial é fundamental para evitar problemas com a obra. Assim, uma vez iniciada, a construção ou reforma pode seguir sem paralisações.

Projeto executivo ― todas as informações necessárias para o início da obra são acrescentadas ao anteprojeto. Em outras palavras, trata-se de uma representação detalhada o suficiente para que seja utilizada como um manual de construção.

Nesta etapa, serão reunidos o projeto arquitetônico aos projetos complementares (estrutura, hidráulica, eletricidade e cabeamento em geral, etc).

A relação entre a arquitetura comercial e as vendas

Agora que você já sabe o que é e como é feito um projeto arquitetônico completo, é hora de entender porque fazer este investimento. Resgate em sua mente momentos em que, no papel de consumidor, você reparou que se sentiu mais à vontade em determinada loja.

Nada de briga por espaço, facilidade para transitar e visualizar as mercadorias, locais adequados para a fila do caixa. Temperatura agradável e boa luminosidade.

Todos esses fatores podem ser determinantes para que um consumidor faça uma boa avaliação de um estabelecimento comercial. Sentir-se bem em um local aumenta as chances de querer comprar e querer voltar ali. E o projeto arquitetônico tem tudo a ver com isso!

Cores e sensações

Você sabia que as cores provocam sensações nos clientes? A psicologia das cores indica, por exemplo, que o amarelo e o laranja são cores que estimulam o entusiasmo, enquanto o vermelho está associado ao impulso.

O entendimento dessas questões ajuda a definir a paleta de cores do local. O processo considera que tipo de emoção e ação se deseja despertar, além de buscar a criação de um ambiente agradável.

Móveis e conforto

O mobiliário adequado faz diferença para que o cliente se sinta confortável em seu estabelecimento. Já reparou que ter cadeiras em uma loja torna mais agradável a experiência de quem acompanha a pessoa que foi às compras?

É claro que cada empreendimento tem necessidades diferentes com relação aos móveis. As particularidades e possibilidades são devidamente estudadas e apresentadas no desenvolvimento do projeto arquitetônico.

Tudo com o objetivo de fazer com que cada detalhe favoreça a percepção dos clientes. No que diz respeito ao conforto, consideram-se ainda fatores como a luminosidade e o clima (criação de correntes de ar, sistema elétrico para ventiladores, espaço para ar condicionado, etc).

Aproveitamento do espaço

Um projeto de arquitetura comercial considera as necessidades do negócio e de seus clientes para definir a melhor forma de uso do espaço. Já esteve em uma loja em que o vendedor precisou pedir licença para abrir uma escada e buscar um item em uma prateleira mal posicionada?

E em um estabelecimento em que a fila para pagar é de um lado e a fila para retirar a compra fica na direção totalmente oposta? Um projeto arquitetônico completo considera as melhores soluções para tornar a experiência do cliente a mais fácil e agradável possível.

Nada de instalações que façam o estabelecimento parecer (e ser, de fato) desorganizado ou tumultuado!

Adequação ao público-alvo

Para quem compra, entrar em um estabelecimento e sentir que chegou ao lugar certo tem a ver com diversos fatores. Um deles é o de identificação com o local, sua estética e personalidade.

A etapa de coleta de dados no desenvolvimento do projeto de arquitetura comercial ajuda muito nesse sentido. O profissional consegue entender a quem a loja atende ou pretende atender.

E, a partir daí, pode projetar um espaço mais despojado ou mais sóbrio, por exemplo, de acordo com o perfil buscado.

Entendeu como um projeto arquitetônico pode influenciar suas vendas? A melhor forma de desenvolver um é com a ajuda de profissionais qualificados. Entre em contato com nossos consultores e descubra como a FMC pode te auxiliar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *