Cada vez mais os espaços de trabalho estão se reinventando. Contudo, isso não é apenas uma questão estética. Pelo contrário, tem a ver com muitos outros fatores. Um deles é a produtividade dos funcionários.

Se você quer saber mais sobre esta relação e como usá-la para melhorar o ambiente de trabalho, leia o artigo até o final! Está na hora de produzir em um ambiente ainda mais agradável.

Produtividade dos funcionários: arquitetura corporativa

O conceito de arquitetura corporativa aparece cada vez mais no mercado de trabalho. Mas o que ele significa? Bom, a arquitetura corporativa diz respeito à maneira de se pensar espaços de trabalho com foco no conforto e eficiência. Por isso, os resultados na produtividade são tão visíveis.

Atualmente, algumas características são bem específicas desta área. Quer descobrir quais são? Leia abaixo:

  • Preza por projetos que facilitem a rotina da empresa, independente de seu porte;
  • Observa a comunicação entre os setores para alinhar a proximidade física com a proximidade de tarefas;
  • Busca layouts modernos e com uso da tecnologia a favor da organização;
  • Trabalha áreas abertas, projetos flexíveis e descontraídos.

Trabalhar em um local com esses princípios parece bem mais simples, não é mesmo? E é verdade, afinal, diminui os desgastes físicos, mentais e emocionais. 

Então, está na hora de descobrir como aplicar a arquitetura corporativa para influenciar na produtividade dos funcionários. Veja o tópico abaixo.

Produtividade dos funcionários: como aumentar usando a arquitetura

Até o momento, mencionamos apenas características e influências de projetos arquitetônicos no desempenho das funções laborais. Com o objetivo de facilitar a visualização, falaremos de maneiras práticas de conquistar os benefícios da arquitetura corporativa. 

Você nem imagina quantos fatores físicos estão relacionados à produtividade dos funcionários. Descubra agora!

Conforto ambiental

Estar confortável é algo que varia de indivíduo para indivíduo. Porém, no ambiente de trabalho, há uma série de aspectos que geram conforto. Considerando ser um local que necessita de concentração e bom desempenho.

O conforto ambiental está ligado a dois fatores: ruídos e temperatura. No caso, o conforto acústico busca diminuir os estresses e dispersões causados por barulhos externos e incômodos. 

Já o conforto térmico, propõe uma temperatura que seja aconchegante e não desvie a atenção dos funcionários devido a extremos, como frio ou calor demais.

Iluminação

A iluminação não influencia apenas na produtividade dos funcionários durante a jornada de trabalho, mas também na saúde oftalmológica. Adicionalmente, uma boa iluminação aumenta a capacidade de focar e manter-se desperto. 

Além disso, evita que a visão seja prejudicada e cause dores de cabeça, necessidade de óculos ou lentes e agravamento de problemas de vista. Neste caso, é importante ficar atento à luminosidade, aos tons de luz etc. Há ainda técnicas próprias de iluminação que influenciam biologicamente o corpo para render mais em suas funções.

Áreas de Lazer e Relaxamento

Você já viu imagens dos escritórios da Google? Se sim, deve ter ficado maravilhado com as opções de lazer e relaxamento que a empresa oferece. Ambientes com essas propostas têm viralizado por todo mundo, principalmente, em espaços de coworking.

O objetivo é fornecer aos colaboradores a possibilidade de relaxar e se divertir mesmo no trabalho. O resultado é a diminuição de tensões e estresses considerados, em tempos anteriores, comuns e até necessários nos espaços de trabalho.

Produtividade dos funcionários: relação com os espaços de trabalho

Ao longo deste artigo, apresentamos conceitos e fatores dos espaços de trabalho que influenciam na produtividade dos funcionários. Portanto, não é mais possível desvincular as duas coisas. Na realidade, é preciso alinhá-las e usá-las a favor da empresa.

E os benefícios não se limitam apenas à produtividade. Pelo contrário, eles se apresentam de maneiras diversas. Para confiar ainda mais na arquitetura corporativa, confira as vantagens que ela pode trazer:

Diminui riscos à saúde

Ao trabalhar observando iluminação, ruídos e ergonomia, a arquitetura corporativa reduz riscos de saúde nos espaços de trabalho. Pois, além da questão estética, se preocupa verdadeiramente com o bem-estar dos funcionários.

Facilita a rotina da empresa

A arquitetura é uma ferramenta para melhorar o ambiente de trabalho. Isso inclui facilitar a comunicação entre os setores, atende às demandas da empresa e reduz custos com reformas e adaptações.

Apresenta a identidade da organização

Projetos arquitetônicos bem elaborados e específicos transmitem melhor a identidade de uma empresa.

Por consequência, colaboradores, clientes e visitantes visualizam e internalizam a identidade e os valores da organização.

Assim, os sentimentos de união e pertencimento são construídos mais fortemente dentro dos espaços.

Gostou do conteúdo acima? Agora descubra como planejar espaços de coworking!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *