Para muitas pessoas, o home office já não é novidade. No Brasil, é cada vez mais comum, já que hoje existem tecnologias capazes de facilitar o trabalho remoto. A parte mais desafiadora é ser produtivo, otimizar a rotina e cumprir com todos os deveres. 

Assim, criar um ambiente de trabalho, em casa, e com a ajuda de arquiteto, pode ser a principal diferença entre ser produtivo ou não. Mesmo que informal, é preciso cuidado na hora de projetar o escritório, pois o espaço precisa de peças essenciais a fim de trazer o bem estar para beneficiar o seu trabalho. 

Nesse contexto, você quer saber como montar um escritório em casa e otimizar a sua rotina? Confira:

Um escritório precisa de espaço

Uma das exigências do home office é a prontidão do espaço a ser usado. Deve-se ter um espaço destinado somente ao escritório. Assim, há privacidade e capacidade de armazenar documentos e materiais importantes sem ter que movê-los toda vez que você trabalhar. Estantes e prateleiras são os seus melhores amigos na hora de dedicar uma área do seu lar para essa finalidade. 

Para quem vive em uma casa grande, as vantagens são maiores de criar um espaço dedicado ao trabalho. Já quem mora em apartamentos pequenos a solução é projetar o espaço em algum canto de haja tranquilidade, tal como o quarto. 

Home office e ergonomia 

A ergonomia é o estudo entre a relação do ser humano com o ambiente em que está presente. É associado com a ergonomia regras como, o espaço para as pernas quando se está sentado na mesa, altura da mesa e cadeira com apoio para os braços, entre outros. 

Essa relação procura zelar pelo bem estar e saúde da pessoa para enfrentar horas de trabalho sem dor no corpo. Portanto, o arquiteto pode projetar o espaço com atenção no seu conforto.

A iluminação de um home office

Esta é uma das partes essenciais do home office, por isso, a nossa dica é apostar na luz natural! A luminosidade natural e a ventilação são saudáveis (em níveis moderados) e garantem energia e disposição. Em consequência, a produtividade é otimizada.  

Além disso, é possível apostar em uma luminária para a mesa. Dessa maneira, há um foco de iluminação, trazendo benefícios, pois intensifica a produtividade e permite um campo de visão focado para o trabalho. Em consequência, evita distrações que possam atrapalhar a criatividade e operacionalidade.

Vale lembrar que as luzes brancas podem estimular o cérebro. Já as amarelas proporcionam uma sensação de conforto maior. Portanto, escolha a lâmpada de acordo com o seu objetivo. 

As cores certas estimulam 

É comum pensar que as cores das paredes e objetos devem ir de acordo com o nosso gosto. Porém, não é bem assim que deve ser. Algumas cores podem estimular a criatividade, como é o caso do azul e do verde. 

É recomendado investir nessas cores nas paredes e peças para estimular a sua produtividade. Um bom profissional de arquitetura saberá as cores certas para o seu ambiente de trabalho em casa. 

Um escritório com o seu toque

Depois de todas essas dicas importantes para um ambiente produtivo e confortável, tenha em mente que o espaço também precisa ter a sua personalidade. Dando um toque pessoal, é possível criar um home office com a sua energia. 

As ideias são muitas: porta-retratos, um quadro de post-it e objetos decorativos. Outra ideia que pode transformar o seu office em uma experiência melhor é uma boa organização com calendários e planners. 

Plantas também dão um toque ecológico. Mais que isso, trazem benefícios para a saúde, como a otimização do ar e efeitos relaxantes.

Há muitas opções, porém tenha cuidado para não sobrecarregar o ambiente e afetar a sua criatividade. Para isso, o arquiteto será capaz de ajudar.  

Gostou do conteúdo? Vem saber mais se é realmente necessário contratar um arquiteto para a reforma do seu escritório!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *