Seja qual for o tamanho ou o segmento do negócio, o projeto de loja pode ser determinante para atrair clientes e aumentar as vendas.   

O que o consumidor sente ao estar no ambiente da loja, mesmo que de forma inconsciente, impacta diretamente a sua decisão de compra. Por isso, a maneira como os móveis são organizados, a decoração, a música, o posicionamento do caixa e equipamentos, até o cheiro do ambiente (marketing olfativo) precisa ser levado em consideração.  

Pensando nisso, preparamos este conteúdo com informações essenciais de como melhorar a arquitetura comercial do negócio, ampliando as chances de sucesso. Vamos lá?

Entenda o que é projeto de loja e qual é a sua relevância 

O projeto de uma loja compreende a maneira com que elementos visuais, sensoriais e operacionais são organizados nos setores de um comércio — tanto na parte externa quanto na parte interna do negócio.

Isso engloba a vitrine, a iluminação, os móveis, a disposição dos produtos, o posicionamento de paredes, equipamentos, entre outros. 

Todo o planejamento deve ser realizado com base no perfil do consumidor e na forma com que ele se comporta dentro da loja. 

Em outras palavras, o projeto melhora a experiência do cliente e aumenta as chances dele encontrar o produto que deseja. Assim, consequentemente, aumentam a possibilidade de retorno desse cliente e as vendas da sua empresa. 

O projeto deve refletir a personalidade da marca, passar a mensagem que a empresa quer enviar aos clientes, na linguagem e tons corretos. Se bem aplicado, ele pode ser decisivo para diferenciar a loja dos concorrentes, atender melhor os clientes e vender mais. 

Sendo assim, em resumo, veja alguns motivos que fazem a arquitetura comercial ser tão importante:

  • atrai clientes para a loja;
  • melhora a experiência dos consumidores;
  • aumenta as vendas;
  • facilita o controle de estoque;
  • favorece a produtividade dos funcionários. 

Saiba quais critérios devem ser observados para a definição do projeto

Diversos itens precisam ser analisados antes da escolha do projeto ideal para um comércio. Cada loja tem as suas necessidades e características, que devem ser estudadas para escolher a melhor maneira de organizá-la. 

Nesse contexto, o layout deve ser planejado de um jeito que proporcione comodidade aos clientes e funcionários, além de fornecer uma maneira eficiente para a administração de estoques. Assim, o espaço terá funcionalidade. Confira os principais critérios: 

Espaço 

Todo mundo já entrou em alguma loja em que era difícil circular ou até visualizar os produtos, não é mesmo? A sensação de incômodo faz com que a maioria dos clientes fique por pouco tempo e, muitas vezes, sem levar nada.

Por isso, o layout precisa ser otimizado e pensado considerando a quantidade média de pessoas atendidas, o tamanho dos produtos que serão expostos, o espaço necessário para visualizar a mercadoria de forma confortável, entre outros. 

Uma questão estratégica importante é: se você deseja que determinados produtos tenham mais saída, procure deixá-los mais à vista. Nada de deixá-los em prateleiras longe do alcance visual!

Entrada

Se o objetivo é atrair clientes para dentro da loja, é fundamental que a entrada (e todo o resto do ambiente) seja acessível a todos. Cadeirantes, pessoas com deficiência visual, idosos, crianças precisam conseguir entrar no comércio sem dificuldades.

Garanta, também, que a vitrine seja bem pensada e iluminada. Ela, juntamente com a fachada, serão o seu cartão de visitas e o primeiro contato que a sua loja terá com o consumidor.

Sendo assim, a vitrine deve encantar, mesmo não tendo algum produto procurado pelo cliente. Dessa maneira, o cliente tomará a decisão de entrar no seu estabelecimento, aumentando as chances de aumentar as vendas.

Além disso, a porta de entrada deve ser grande o suficiente para que pedestres consigam ver o interior da loja pelo lado de fora. Desníveis de piso, ou pisos escorregadios também devem ser evitados para garantir a segurança de clientes e funcionários. 

Circulação 

Todo comércio tem pontos frios e pontos quentes, locais que têm menor ou maior fluxo de clientes, respectivamente. O posicionamento dos móveis e a disposição dos produtos precisa, com base nesse mapeamento, manter um equilíbrio na circulação dos clientes. 

Produtos em promoção podem ser colocados em área de maior interesse, mas também é preciso criar estratégias para aumentar o número de clientes nos demais setores. 

Também é necessário manter um bom espaço livre entre os corredores para facilitar a circulação dos clientes e funcionários, para evitar os problemas que já citamos no tópico “Espaço”. 

Posicionamentos 

Os caixas, a administração da loja e a área de vendas precisam ser posicionados de maneira estratégica dentro da loja. 

A área de vendas precisa ficar em uma localidade que torne o trabalho do vendedor mais ágil e fácil. Isso torna a rotina do funcionário menos cansativa e faz com que o cliente seja atendido da forma mais rápida. 

Os clientes precisam conseguir visualizar os caixas com facilidade, mas eles não podem tirar o foco dos produtos expostos. Procure deixá-los no fundo da loja, para que o cliente passe por outros produtos antes de chegar lá.

Também é válido inserir produtos próximos aos caixas para atrair a atenção dos clientes durante eventuais esperas para efetuar o pagamento do produto adquirido. 

Já a localização da administração da loja deve ser pensada de acordo com o tamanho e características do comércio. 

Cores

A escolha da paleta de cores para o seu estabelecimento é essencial para mostrar para o cliente a personalidade e identidade visual da loja. Elas devem compor o exterior e o interior do negócio. 

Pode parecer que não, mas as cores influenciam, inconscientemente, na tomada de decisão. As cores escolhidas devem estar relacionadas com os produtos comercializados e o com o seu público-alvo. Portanto, o planejamento das cores deve ser incluído no projeto da lojat. 

Algumas cores comuns usadas nos projetos para atrair clientes e aumentar as vendas são:

  • vermelho: a cor que mais chama atenção do cliente, estimulando a impulsividade e transmitindo energia; 
  • azul: passa a sensação de tranquilidade e confiança. Está ligado também à produtividade;
  • verde: remete à saúde, calma e positividade;
  • amarelo: cor que transmite felicidade e chama a atenção dos consumidores;
  • rosa: remete à feminilidade, romantismo e intimidade. Por esse motivo, muitas lojas de roupas íntimas femininas terão a cor rosa como parte do layout;
  • preto: sugere algo misterioso e distinto. 

Iluminação

A iluminação é extremamente importante em ambientes comerciais. Dentro da loja ela é responsável por fazer com que os produtos consigam ser vistos da forma correta, garante mais segurança e também contribui para o conforto visual dos clientes. 

O Projeto Luminotécnico é fundamental para que isso aconteça, mas também é relevante fazer com que a arquitetura comercial colabore, sempre que possível, com a iluminação natural do ambiente. A escolha dos materiais das portas, janelas e o posicionamento dos móveis devem ser pensados com base nesse critério. 

Veja dicas de como melhorar o projeto de uma loja 

Já sabemos que o projeto é muito importante e que deve ser elaborado pensando em inúmeros fatores. Agora, vamos refletir sobre o que é possível fazer, na prática, para criar ou melhorar o projeto de um comércio. 

Estude o negócio 

Como vimos, o tipo de negócio ou o segmento no qual a loja está inserida, deve ser considerado no momento do desenvolvimento do projeto. É fácil observar que lojas de calçados e de móveis, por exemplo, seguem um determinado padrão para facilitar a visualização dos produtos que elas vendem. 

Sendo assim, é preciso pensar no negócio, analisar a concorrência e referências do mercado. 

Pense como o cliente

É fundamental que se pense no conforto do consumidor ao se desenvolver um projeto comercial. Tudo deve ser posicionado e escolhido para guiar a sua tomada de decisão. Sendo assim, é válido colocar-se no lugar do cliente e imaginar o que deve ser modificado para melhorar a sua experiência dentro da loja, o que ele gostaria de sentir dentro dela, quais os perfumes, as cores, os formatos. 

Contrate profissionais 

São muitos os critérios e detalhes a serem analisados para escolher e implementar o projeto de uma loja. Na busca da garantia que tudo seja feito da melhor forma possível, abrangendo toda a complexidade necessária para se ter o projeto ideal, é fundamental a contratação de uma equipe para fazer o projeto arquitetônico do negócio. 

Ao projetar, o arquiteto saberá todas as técnicas necessárias para oferecer uma boa experiência para o cliente da sua loja. Além disso, o profissional poderá acompanhar a execução da obra para garantir que tudo saia perfeito. 

Como vimos, o projeto arquitetônico da loja pode ser determinante para o sucesso do estabelecimento, atraindo clientes e aumentando vendas. Para isso, é preciso observar inúmeros fatores para garantir que o modelo escolhido será interessante para melhorar a experiência do público que frequenta o negócio. 

Se você deseja montar o seu próprio negócio, não deixe de ler e saber tudo sobre o nosso checklist completo sobre Ponto Comercial e tire todas as suas dúvidas!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *